Cidade do Cabo, o extremo sul da África (Parte II)

Para quem gosta de aventura, Cape Town tem várias opções de esportes radicais como paraquedismo, mergulho com tubarão branco, etc. Eu fiz o mergulho com o tubarão branco, foi irado!!! No mergulho você fica dentro de uma gaiola e vê o tubarão passando bem perto de você. A vista de cima do barco também é muito boa, você consegue ver os tubarões pulando e abrindo a boca para pegar a isca. Bem maneiro! Na verdade esse passeio é em uma praia fora de Cape Town, em uma cidade a mais ou menos duas horas, mas os acessos são fáceis e as empresas costumam fazer um bate-e-volta de Cape Town para levar os turistas até lá.

Tubarão - Cidade do Cabo

O esporte mais popular da África do Sul é o Rugby. Você vê muita gente usando camisa de rugby pelas ruas, muitos sabem jogar e eles torcem bastante. Para quem gosta de esporte vale a pena dar uma passadinha em um estádio para conferir uma partida. Eu não perdi a oportunidade.

Estádio - Cidade do Cabo

A África do Sul é também famosa pelos seus vinhos e no entorno de Cape Town há muitas vinícolas. Na visitação as vinícolas você paga um X, infelizmente não me recordo quanto, e tem direito a degustar aproximadamente cinco tipos de vinho. Esse passeio vale a pena aos apreciadores de vinho, pois a qualidade é realmente boa e o custo é acessível.

Vinícola - Cidade do Cabo

Não poderia terminar esse artigo sem falar da noite de Cape Town. A rua mais badalada é a Long Street. Lá se concentram o maior número de bares, boates e pubs da cidade. A cidade ainda é bem segregada por conta do passado do apartheid, então alguns lugares ainda são frequentados em sua maioria por negros e outros com a maioria de brancos. O lugar que frequentei mais foi o Dubliner, um pub irlandês bem legal com música ao vivo. Fora da Long Street, uma boa opção é o Café Caprice em Caps Bay, o lugar com mais gente bonita na cidade. O dia que mais boma é o domingo. Ainda em Camps Bay, toda terça é dia de karaokê no Dizzy’s, onde a galera dança em cima da mesa. Excelente pedida! Uma boate bem legal também é a Thirty One. Essa boate fica no terraço de um prédio, a vista da cidade a noite dá um charme a mais na casa. O dia mais concorrido é a sexta-feira.

Balada - Camps BayBalada - Camps Bay

Anúncios

Natal, Cidade do Sol

Traduzido por Roxana Marcela

Natal é a capital do Estado do Rio Grande do Norte, estado de onde vieram meus país, e a que apresenta a melhor qualidade de vida do nordeste brasileiro segundo o IFDM (Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal).

A praia mais bela da cidade é Praia de Ponta Negra, local com alta concentração de hotéis e restaurantes onde está localizado o famoso Morro do Careca, que tempos atrás podia ser ‘escalado’ mas que devido à questões ambientais teve proibida a subida que realizei quando criança. O topo do morro oferece uma visão magnífica do seu entorno e tem uma areia finíssima, sobre a qual o descanso é revigorante.

Praia de Ponta Negra - NatalMorro do Careca - Praia de Ponta Negra - Natal

Outro ponto turístico ótimo da cidade é o Forte dos Reis Magos, que é a origem da cidade e tem este nome devido a data de sua fundação, que foi dia 6 de janeiro de 1598. O forte permite vislumbrar de uma maneira privilegiada a cidade e também a Ponte Newton Navarro, também conhecida como Ponte de Todos.

Capela - Forte dos Reis Magos - NatalForte dos Reis Magos - NatalCapela - Forte dos Reis Magos - NatalVista da cidade - Forte dos Reis Magos - NatalPonte de Todos - Natal

Natal conta ainda com um aquário privado muito bacana, que tem diversas espécies de água doce e salgada e outras não relacionadas com aquários (macacos e iguanas). O aquário atua ainda como um centro de reabilitação de animais e como difusor de orientações sobre os cuidados com o meio ambiente. Infelizmente eles não permitem a utilização de câmeras fotográficas e ficarei devendo fotos.

Próximo a Natal, ainda na região metropolitana natalense, há praias belíssimas na cidade de Parnamirim, onde é possível ver golfinhos e tartarugas, é nesta cidade que está localizado o Mirante dos Golfinhos.

Mirante dos Golfinhos - Parnamirim

Até hoje conheço 16 estados brasileiros e este artigo é o que fecha o circuito, mas ainda há muito a dizer outras cidades e locais que visitei por estes estados! Continuem acompanhando!!

Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa (Parte I)

Traduzido por Roxana M. Q. Fernández

O Rio de Janeiro continua lindo e continua sendo a cidade maravilhosa, a cidade brasileira mais conhecida no exterior, foi capital brasileira de 1763 a 1960 e, especialmente por este motivo, concentra muito de nossa história enquanto nação. A ideia é falar de lugares diferentes dos já tradicionais Cristo Redentor, Copacabana ou Ipanema.

Reconhecida também capital da boemia brasileira, o Rio de Janeiro tem na Lapa o principal reduto de bares e da diversão na night carioca, como também o mais democrático deles, pois lá é possível encontrar diversos estilos musicas (forró, rock, samba, eletrônico, etc) e pessoas de várias “tribos”. Entretanto, a imagem mais marcante deste bairro são os famosos Arcos da Lapa.

Arcos da Lapa - Rio de JaneiroLapa - Rio de JaneiroLapa - Rio de Janeiro

Uma grata surpresa para mim foi conhecer o Parque das Ruínas no bairro de Santa Teresa, um parque bem aconchegante, que tem espaço para exposições e uma sala para apresentações, além de uma vista privilegiada da cidade.

Vista - Parque das Ruínas - Rio de JaneiroParque das Ruínas - Rio de Janeiro

Bem próximo do Parque das Ruínas está o Museu da Chácara do Céu, que foi uma casa anos atrás e conta com milhares de peças em seu acervo de artistas nacionais Guignard, Di Cavalcanti, Iberê Camargo, Antonio Bandeira e Portinari (maior acervo público existente), além de artistas internacionais.

Museu Chácara do Céu - Rio de JaneiroMuseu Chácara do Céu - Rio de JaneiroMuseu Chácara do Céu - Rio de Janeiro

O que retrato aqui foi visto em abril de 2011 e não poderia deixar de citar a exposição sensacional do artista francês Thomas Henriot, no Centro Cultural da Justiça Federal, o primeiro do gênero pertencente à Justiça e localizado no prédio do antigo Supremo Tribunal Federal (hoje baseado em Brasília, na praça dos três poderes. Fiquei fã deste artista, que tem um estilo único!

Thomas Henriot - Centro Cultural da Justiça FederalThomas Henriot - Centro Cultural da Justiça FederalThomas Henriot - Centro Cultural da Justiça Federal
Thomas Henriot - Centro Cultural da Justiça FederalThomas Henriot - Centro Cultural da Justiça FederalThomas Henriot - Centro Cultural da Justiça Federal

A trilha para de subida do morro da Urca é o último tópico deste artigo, que tinha falar um pouco sobre a exuberante natureza da cidade. A trilha não apresenta grandes dificuldades ou perigos, tem seu início à esquerda da praia Vermelha e leva de quarenta e cinco minutos a uma hora e meia para ser percorrida, de acordo com o ritmo de cada um. Apesar de não ser aconselhável alimentar os bichos, não resisti em tirar fotos enquanto alguns micos estavam sendo alimentados.

Pista Claudio Coutinho - Morro da Urca - Rio de JaneiroPescadores - Morro da Urca - Rio de JaneiroVisão - Morro da Urca - Rio de JaneiroMãe e filho - Morro da Urca - Rio de JaneiroMacacos comendo  - Morro da Urca - Rio de JaneiroAranha  - Morro da Urca - Rio de Janeiro

Vocês já conheciam todos esses pontos da cidade? Abraços

Cidade do Cabo, o extremo sul da África (Parte I)

Cape Town é um lugar encantador, com muitas belezas naturais, vida noturna badalada e muita diversão. A cidade é muito bem estruturada, as ruas são limpas, claras e bem asfaltadas, aeroporto moderno, grandes e bonitos shopping centers e restaurantes sofisticados. As opções de lazer são inúmeras: passeios de barco; trilhas por montanhas e; parques de diversão.

O mais famoso ponto turístico de Cape Town é a Table Mountain, uma belíssima montanha, enorme, que fica localizada bem no meio da cidade e no seu topo você vê lindas vistas de vários pontos da montanha. Você pode chegar lá em cima por um bondinho ou por uma trilha. Eu subi e desci pelo bondinho, não fiz a trilha, que dizem ser bem pesada. Geralmente as pessoas sobem pela trilha e descem pelo bondinho.

Table Mountain  - Cidade do Cabo

Outro ponto que não pode deixar de ser visitado é Cape of Good Hope, Cabo da Boa Esperança. Este lugar é lindo! Para chegar até lá você dirige por aproximadamente 2hs, mas o caminho pelo litoral é belíssimo, o mar azul, as montanhas imponentes, sem contar que é fácil ver animais pelo trajeto. Eu vi quatro espécies de animais: baleias, babuínos, veado e mais algum bicho que não lembro, acho que avestruz – numa viagem à África você vê tanto bicho que é difícil se lembrar de todos que viu em cada dia (risos).

Cabo da Boa Esperança - Cidade do CaboCabo da Boa Esperança  - Cidade do Cabo

No caminho de Cape of Good Hope tem uma parada opcional, paga, na praia dos pinguins. A praia é bem bonita, mas em relação aos pinguins não achei tanta graça. Os animais estão soltos, porém você não tem contato com eles, sendo proibido tocá-los. As pessoas só são autorizadas a passar por áreas restritas, o que faz ser um clima de zoológico.

Pinguins  - Cidade do Cabo

Uma trilha que fiz foi a Lion’s head. Essa é uma montanha que fica próxima a Table Mountain, apesar de ser mais baixa também tem uma vista incrível! Vale a pena ver o pôr do sol lá de cima e o anoitecer, a cidade toda iluminada é deslumbrante!

Lion's Head  - Cidade do Cabo
Vista aérea noturna da Cidade do Cabo