João Pessoa, a cidade mais oriental das Américas

Traduzido por Roxana M. Q. Fernández

João Pessoa é uma das capitais brasileiras mais tranquilas e civilizadas das dezesseis que conheci até agora, as pessoas são simpáticas, as ruas são limpas, o trânsito não é caótico e os motoristas respeitam os pedestres (fato já citado no artigo sobre Cidadania).

Brasil Paraíba

A cidade possui belíssimas praias e uma delas é o lugar mais oriental do continente americano, a Ponta de Seixas. Ali também se encontra um farol e um ateliê do escultor Zaia, que confecciona bustos em argila em 20 minutos para serem levados pelos visitantes.
Farol do Cabo Branco - João PessoaPonta de Seixas - João PessoaO pensador nordestino - João Pessoa

Adjacente ao Farol de Cabo Branco há algo pitoresco e bem convidativo, redes para descanso gratuito! Elas são parte da ‘estratégia de marketing’ de uma banca de lanches para atrair os clientes.

Redes no Cabo Branco - João Pessoa

Atrás do Farol também é possível encontrar uma das obras de Oscar Niemeyer, de quem sou fã, que é a Estação Ciência, um espaço muito agradável com um jardim com obras com as quais os visitantes podem interagir em visitas guiadas.

Estação Ciência - João PessoaJardim da Estação Ciência - João PessoaAuditório da Estação Ciência - João Pessoa

O centro histórico é bonito, mas pouco estruturado para o turista que não vai em grupos de agências, pois estas possuem privilégios no acesso a igrejas e edifícios históricos.

Há ainda a possibilidade de ver o por do Sol ao som de Bolero de Ravel tocado pelo saxofonista Jurandy do Sax, que toca esta música todos os dias há anos às para os visitantes da Praia Fluvial do Jacaré, conhecida como Praia do Pôr do Sol, situada no município de Cabedelo conurbado à cidade de João Pessoa. Há outros artistas que apresentam-se nos bares à beira do rio Paraíba, dentre elas uma bela violinista. Outro ponto turístico de Cabedelo é o Forte de Santa Catarina de Cabedelo.

Jurandy do Sax - CabedeloPôr do Sol ao som de Bolero de Ravel - CabedeloPôr do Sol - Cabedelo
Violinista - Cabedelo

Segue uma pequena curiosidade a cerca de fortes e fortalezas: a palavra fortaleza designa um conjunto de construções que visam a defesa e guarda de uma área. Um exemplo é a Fortaleza de Itaipu, em Praia Grande, que reúne os fortes Duque de Caxias, Rêgo Barros e Jurubatuba; já um forte consiste em apenas uma unidade. (fonte: Jornal Eletrônico Novo Milênio)

Outro passeio que vale a pena ser feito é para o litoral sul paraibano, com paisagens deslumbrantes como falésias e praias, dentre elas a praia de Tambaba, que possui uma área restrita ao naturismo.

Falésia - Conde

O litoral paraibano tem um potencial turístico muito pouco explorado, tanto em relação à história de seu povo, quanto em relação às dádivas naturais da região!

Anúncios