São Francisco Xavier e Monteiro Lobato, um canto bucólico a beira de uma metrópole

Traduzido por Roxana M. Q. Fernández

Distrito de São José dos Campos (SJC), São Francisco Xavier é um vila com ares de uma cidade que está a centenas de quilômetros de centros econômicos avançados, mas está a 54 km do centro de SJC e a pouco mais de 120 km da capital paulista. Entre o centro de SJC e São Francisco Xavier, Monteiro Lobato é a cidade onde viveu com a esposa e dois filhos o famoso autor dezenas de títulos infantis.

Em Monteiro Lobato encontra-se o sítio que serviu como pano de fundo para contos fabulosos em meados do século XX, então chamado “São José do Buquira”, cuja denominação atual é “Sítio do Pica Pau Amarelo”, que não por coincidência é o nome da obra mais famosa deste Taubateense.

Sítio do Pica Pau Amarelo - Monteiro Lobato
Sala de estar - Monteiro LobatoQuarto de Monteiro Lobato - Monteiro LobatoFogão - Monteiro LobatoDecoração - Monteiro Lobato

São Francisco Xavier por sua vez é um distrito isolado e belíssimo, cheio de restaurantes charmosos e aconchegantes, como o Photozofia. Outro ponto interessante da cidade é o bar Pangea, com suas paredes revestidas dos saudosos LPs nacionais e internacionais.

Relógio - Photozofia - São Francisco XavierPangea - São Francisco XavierLPs - Pangea - São Francisco Xavier

A natureza é outro ponto forte do distrito, e já é notada logo na estrada que o liga a Monteiro Lobato, ladeada por árvores chegando a parecer um túnel verde em alguns pontos. As diversas cachoeiras da cidade também são um encantador atrativo.

São Francisco XavierCachoeira - São Francisco XavierBorboleta - São Francisco Xavier
Cachoeira - São Francisco XavierCachoeira - São Francisco XavierCachoeira - São Francisco Xavier
Os paulistas não podem deixar de conhecer estes locais, tão próximos da capital e tão atraentes!

Anúncios

Embu das Artes, artesanato real

Ano passado tive a grata surpresa de descobrir que bem próximo de São Paulo há uma Feira de Artesanato ótima, com artesanato que, ao invés de cópias baratas, atendem a acepção correta da palava: indústria caseira, obra de artesão. O nome da cidade era Embu, mas devido ao apreço pelas artes, tornou-se Embu das Artes no popular há tempos e em 2009 este passou a ser o nome oficial após plebiscito municipal.

A cidade fica a 30 km de São Paulo e o acesso é pela Rodovia Regis Bittencourt e é uma jóia da grande São Paulo, que lembra o clima pacato de cidades distantes do interior, com um charme particular.

A cidade contem outros atrativos além da feira de artesanato, como o Museu do Índio, Museu de Arte Sacra (na Igreja Matriz), lojas de móveis, diversos antiquários e restaurantes e uma atmosfera aconchegando para quem vive no ambiente caótico da Grande São Paulo.

Tudo isso pode ser seu! E para chegar lá há opções de transporte público de pontos estratégicos da capital paulista. Os melhores dias para visitação são os domingos e feriados, visite com sua família!