Punta del Diablo, um lugar divino

Traduzido por Roxana M. Q. Fernández

Punta del Diablo em sua origem era um vilarejo de pescadores na costa nordeste do Uruguai, aproximadamente 48 quilômetros afastado da fronteira com o Brasil e 298 quilômetros de distância de Montevidéu.

Punta del Diablo

Um lugar pacato, com belas praias e casas com um charme especial, o que o torna destino certo de veraneio para uruguaios e estrangeiros.

Praia Punta del Diablo 2Pássaro Punta del DiabloPescaderia Punta del DiabloPraia Punta del Diablo

As praias contam com Cambiadores (trocadores de roupa) em toda sua extensão e também com muito vento durante todo o dia e ainda mais durante a noite.

Cambiador

O que mais impressionou-me foi a empolgante segurança que existe por lá, visto que enquanto eu esperava o ônibus para minha partida rumo a Chuy (na divisa com Chuí, no Rio Grande do Sul) chegou um senhor cinquentenário em sua bicicleta e a estacionou próximo a uma grande e a deixou lá, sem qualquer corrente, porque também iria a Chuy, bateu a famosa ‘inveja branca’, por desejar que isso ocorresse em algures em nosso país.

O albergue e bar El Diablo Tranquilo é uma ótima opção de hospedagem e de diversão paras as noites ‘diabólicas’.

Hostel El Diablo TranquiloA Ruína do HomemPraia do Hostel El Diablo Tranquilo

Próximo a Punta del Diablo há ainda outros atrativos interessantes que não tive a oportunidade de visitar, mas sobre os quais ouvi ótimas recomendações e são eles o Parque e a Fortaleza de Santa Teresa e também a Laguna Negra, na qual é possível observar flamingos durante todo o ano.

Fortaleza de Santa Teresa

Esse aperitivo do litoral uruguaio do departamento (similar a um estado) de Rocha, deixou-me ainda mais curioso por conhecer outros pontos como o Cabo Polonio, La Paloma, La Pedrera, dentro tantos outros.

Anúncios